Queloide

O que é

 

O queloide corresponde ao crescimento anormal, mas benigno, de tecido cicatricial devido a maior produção de fibras da pele no local onde houve lesão na pele. Podem surgir após cortes, cirurgia, queimadura, acne e colocação de piercings no nariz e na orelha, por exemplo. Às vezes resulta de traumatismo mínimo. São lesões salientes, róseas e endurecidas.

 

Apesar de ser uma alteração que não representa risco para a pessoa, normalmente causa bastante desconforto, principalmente estético. Por isso é importante que, após uma cirurgia, por exemplo, sejam adotados cuidados com a região acometida para evitar a formação de queloides.

 

Há predisposição individual para o aparecimento de queloide e, ás vezes, tendência familiar. É mais comum em pessoas negras e asiáticas. Existem regiões com risco maior de formação de queloides, como parte anterior do tórax, ombros, costas, orelhas e pescoço. Geralmente são assintomáticas, mas às vezes coçam quando estão em crescimento ou podem ser dolorosos se estão em áreas de atrito.

 

Para evitar a formação do queloide durante o processo de cicatrização, é importante tomar alguns cuidados, como evitar traumas e infecção local, para ajudar no processo de cicatrização. Além disso é importante a aplicação de géis ou placas que contem silicone, recomendados pelo Dermatologista. Considera-se que uma cicatriz queloideana limita-se à área atingida por uma injúria, enquanto que o queloide excede em muito a área afetada.

 

Tratamento

 

O tratamento do queloide é difícil e lento. Quando é diagnosticado, uma opção de tratamento é o uso de cremes com corticosteroides de alta potência ou em curativos oclusivos. De resultado mais rápido seriam as infiltrações de corticosteroides (triancinolona), com intervalos em torno de 3 semanas, ou de 5 fluoracil ou bleomicina. Costumam ser necessárias várias sessões.

 

Exérese cirúrgica pode trazer o risco de recidiva da lesão. Se a opção for retirada cirúrgica da lesão, recomenda-se em seguida sessões de Betaterapia para evitar recidivas.

 

Lasers e nitrogênio líquido também podem ser utilizados em várias sessões, no entanto, normalmente, são associados a outros tratamentos.

 

Os tratamentos propostos costumam tornar a lesão mais imperceptível, menos avermelhada, menos endurecida e mais plana, o que melhora bastante o dano estético.

 

Entretanto, dificilmente a pele se recupera totalmente e o queloide desaparece completamente.

Sobre

A Clínica Sandra Freitas oferece uma ampla variedade de tratamentos dermatológicos e de estética. Conheça alguns de nossos procedimentos e agende uma consulta de avaliação.

Post Recentes
Redes Sociais
WhatsApp chat